Get Adobe Flash player

Notícias

Clube de "inteligência emocional" nasceu a norte do distrito e envolve mais de três centenas de alunos


Ver notícia completa

A.M. 42 anos


EB Comendador Ângelo Azevedo – Ano Letivo 2011/2012ciee pais


Participo no Clube de Inteligência Emocional para Pais e Encarregados de Educação há 3 meses e tive um total de 12 sessões. Venho apresentar o meu testemunho do que mudou na minha vida desde que entrei para o Clube.

Uma das coisas que mudou na minha vida é eu conseguir estar, neste momento, a falar diante de vós, pois na última festa do dia do pai na escola do meu filho a professora pediu-me para ler um poema com ele, e eu disse-lhe que não conseguia. Disse-lhe; "por favor não me coloque nesta situação pois eu tenho pavor de estar a frente de tantas pessoas". Por isso, para mim, já foi uma grande mudança conseguir estar aqui hoje.

Com 42 anos estou a aprender a comer novamente, pois eu antes engolia a comida. Neste momento, como mais devagar, saboreio os alimentos e já emagreci 3 quilos, o que é ótimo.

Mas a grande mudança e a que mais alterou a minha vida, foi ter resolvido um problema no trabalho que já me atormentava há 6 longos anos.

Com a ajuda da psicóloga, Dr.ª Paula Queirós, e sem qualquer medicação, eu resolvi um grande conflito com um colega que conseguia irritar-me profundamente com alguns comentários e coisas que fazia. Ele sabia o quanto me afectava psicologicamente e eu com as minhas atitudes ainda lhe dava mais força para ele continuar. Neste momento o que ele diz ou faz já não me afecta em nada e como não mostro sinais de aborrecimento ou raiva ele está a diminuir as provocações.

O trabalho corre-me muito melhor, não ando tão stressado e irritado, o que torna a minha vida muito mais saudável e feliz, e a cada dia que passa eu estou cada vez melhor.

Por isso, neste momento, só quero agradecer à Dr.ª Paula Queirós por um dia se ter cruzado no meu caminho e com os seus ensinamentos e conselhos ter mudado a minha vida para muito melhor.

Aconselho todos a entrarem para o Clube de Inteligência Emocional pois não se vão arrepender.

Obrigado a todos.

Testemunho apresentado presencialmente no I Congresso Internacional de Inteligência Emocional e Educação: Investigar e intervir para mudar, realizado nos dias 6 e 7 de Julho, na Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo, em São Roque, Oliveira de Azeméis.

O presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro, defendeu hoje a importância de se «aprender a ser feliz» face aos «momentos que a sociedade portuguesa atravessa».

«Se há altura em que precisamos de ser felizes e mais compreensivos é esta que o país, a Europa e o mundo estão a viver», afirmou o autarca, após rubricar o protocolo de colaboração para a criação do Clube de Inteligência Emocional na Escola (CIEE) - Aprender a Ser Feliz no Jardim de Infância do Agrupamento de Escolas Comendador Ângelo Azevedo, uma das 20 entidades que aderiram ao projeto criado há seis anos.

O Clube de Inteligência Emocional na escola (CIEE) - Aprender a Ser Feliz é um projeto destinado ao treino de habilidades e competências emocionais junto dos alunos de todos os níveis do ensino público e privado, professores, pais e encarregados de educação.

Segundo Hermínio Loureiro, os protocolos assinados «enquadram-se na estratégia que o município tem para a educação», caracterizada por um «ensino de qualidade» e pela formação integral de crianças e jovens. «É necessário aumentar a auto estima e dotar as crianças de competências e equilíbrio social e emocional que lhes permitam ultrapassar as adversidade e se sintam bem na escola», defendeu.

«Terminou o tempo das autarquias gastarem dinheiro, por exemplo, em rotundas e em piscinas luxuosas devendo apostar mais nas questões ligadas à educação e à valorização humana», observou.

O projeto CIEE é coordenado a nível nacional por Manuela Queirós e funciona atualmente em 20 estabelecimentos de ensino público e privado abrangendo 350 alunos entre os cinco e os 18 anos.

Continuar...

Na Cerimónia Oficial de Assinatura dos Protocolos entre as Escolas/Entidades que, no corrente ano letivo, aderiram ao Projeto CIEE – Clube de Inteligência Emocional na Escola - Aprender a Ser Feliz, e a autora/dinamizadora do Projeto, Professora Doutora Manuela Queirós, realizada no passado dia 16 de março de 2012, pelas 10:00 horas, na Escola Sede do Projeto, a Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo em São Roque – Oliveira de Azeméis, foi apresentada a nova imagem deste Projeto.

 

No passado dia 16 de março de 2012, pelas 10:00 horas, na Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo em São Roque – Oliveira de Azeméis - teve lugar a Cerimónia Oficial de Assinatura dos Protocolos entre as Escolas/Entidades que, no corrente ano letivo, aderiram ao Projeto CIEE – Clube de Inteligência Emocional na Escola - Aprender a Ser Feliz, e a autora/dinamizadora do Projeto, Professora Doutora Manuela Queirós.

A sessão contou com a presença do Presidente do Agrupamento de Escolas Comendador Ângelo Azevedo, Dr. António Figueiredo, do Presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro, do Presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais - CONFAP, Dr. Albino Almeida, elementos da Comissão Científica e Comissão Técnico-Pedagógica que integram a direção deste Projeto, do Diretor do centro de formação AVCOA, Dr. António Pereira, dos Diretores das Escolas/Agrupamentos envolvidos, assim como de Professores, Psicólogos, Presidentes das Associações de Pais, Pais e Encarregados de Educação e alunos que frequentam o Clube de Inteligência Emocional nas diversas Escolas.

Durante a cerimónia foi também apresentada a nova imagem do Projeto CIEE – Clube de Inteligência Emocional na Escola - Aprender a Ser Feliz, cuja descrição pode ser lida AQUI.

A mentora do Projeto assinou um protocolo com as seguintes entidades:

• Município de Oliveira de Azeméis, representado pelo Presidente da Câmara Municipal, Dr. Hermínio José de Sobral Loureiro Gonçalves, que afeta ao Projeto, a tempo parcial, uma Psicóloga da Divisão da Educação da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, que será responsável pela dinamização do Clube de Inteligência Emocional na Escola - Aprender a Ser Feliz implementado no Jardim de Infância do Agrupamento de Escolas Comendador Ângelo Azevedo, São Roque, Oliveira de Azeméis.

Continuar...

"A Inteligência Emocional na Escola"

Da frequência desta Ação, resultou o reconhecimento de que: O desenvolvimento da IE de uma comunidade escolar pode ser um fator decisivo do sucessoint emocional educativoint emocional

no seio da mesma comunidade. A IE é certamente um fator determinante do desenvolvimento da 

capacidade de
 liderança do corpo docente, permitindo-lhe a (re)conquista do domínio do processo educativo. Não será possível gerir e liderar numa escola do futuro, sem o reconhecimento e necessário desenvolvimento da inteligência emocional e das competências suas derivadas. Um projeto destes tem, com indelével certeza, futuro garantido. Porque distinto, útil, capaz de contribuir para humanizar e serenar as nossas mentes, e, consequentemente, as dos nossos alunos, contribuindo para uma salutar, equilibrada e harmoniosa convivência. Da minha parte, o meu sincero: obrigada!

Irene

 

Irene Guimarães,

Diretora da Escola Secundária de Serafim Leite de S. João da Madeira